Disfunção temporomandibular (DTM): o que é e quais as causas

DTM - Disfunção temporomandibular
DTM está associada a 33% das queixas de dores de cabeça

Você já ouvir falar da ATM?

A Articulação temporomanbibular é responsável por  ligar a mandíbula ao osso temporal do crânio (aquele que fica nas laterais da cabeça, perto das orelhas) e por isso  é fundamental para podermos abrir a boca, mastigar e falar, mover nossa mandíbula para frente, para trás e para os lados. Trata-se de uma das articulações mais complexas do nosso corpo, também relacionada à respiração e fonação.

atm Articulação temporomanbibular
ATM – Articulação temporomanbibular é responsável por ligar a mandíbula ao osso temporal do crânio

Os problemas nessa articulação ou em suas estruturas anexas são chamados de DTM ­(disfunção temporomandibular), , que, nos casos mais graves, compromete muito a qualidade de vida dos pacientes. As manifestações clínicas mais frequentes da DTM podem ser divididas em três grupos.

  • Dores de cabeça, no pescoço, na face, fundo dos olhos e nos ouvidos ou ao redor;
  • Ruídos: zumbidos em geral e um barulho incômodo ao abrir e fechar a boca;
  • Falta de coordenação motora: dificuldade de abrir e fechar a boca.

Causas da disfunção temporomandibular (DTM)

Postura, estresse, lesões na face causadas por acidentes e até a tensão muscular, um problema cotidiano de muitas pessoas, podem ser as causas da DTM. Mas não são apenas esses fatores. O bruxismo, também conhecido como o ranger dos dentes à noite, e até hábitos rotineiros, como mascar chiclete com muita frequência, podem lesionar a articulação temporomandibular (ATM).

DTM e dor de cabeça estão associadas

DTM e dor de cabeça estão associadas
A causa da dor de cabeça pode ser DTM.

Dor parecida com pressão ou aperto é comumente descrita por pacientes que sofrem de disfunçãotemporomandibular. Dados da Sociedade Brasileira de Cefaleia indicam que de 40% a 75% da população de adultos possui pelo menos um sinal de DTM e 33% de indivíduos adultos apresentam pelo menos um sintoma da disfunção. Estima-se que aproximadamente 15% da população necessite de tratamento para as desordens temporomandibulares.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cefaleia (IHS), a dor de cabeça pode ser resultado do deslocamento do disco articular da ATM, processos de osteoartrite intra-articulares, hipermobilidade articular (abertura de boca acima de 50 milímetros) e dores miofasciais (relacionadas aos músculos da região orofacial).

Além dos sintomas descritos acima, é importante verificar outros sintomas, como a chamada ‘língua dentada’, que apresenta sinais na borda da língua como se fossem marcas de dentes; desgastes cervicais; dentes fraturados, bochecha mordiscada e dentes desgastados.

O cirurgião-dentista é o profissional que saberá identificar os sinais da DTM e recomendar os tratamentos adequados para cada caso.

Fontes: Revista Saúde Abril e Sociedade Brasileira de Cefaleia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *